Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Parte 3

Olhei para Tiago que olhava, com um sorriso malicioso, para Gustavo que estava conversando com Jéssica. Eu, como uma menina super sensível, notei que Gustavo ficara um pouco tenso durante a conversa que não parecia ser muito empolgante para Jéssica que durante as faltas de assunto olhava para Leonardo, o menino que estava junto de nós, de olhos verdes, cabelo escuro e que parecia ter tomado banho de sol. Distraída nem havia notado que Eduarda já voltara, olhei para ela que estava com o braço estendido pra mim com a água na mão e com um sorriso, super falso, no rosto. Retribui o sorriso falso e peguei a água na maior delicadeza da mão de Eduarda que em seguida virou-se, na maior rapidez, para Tiago e puxou uma conversa sobre como queria andar na roda gigante de novo, mas com ele, sozinhos. Aquilo que ela acabara de dizer me deixou quase paralisada, será mesmo que aquelazinha faria até isso para me deixar infeliz só por causa da bolsinha da Betty Boop? Isso era muita criancice da parte dela. Eu não ia aceitar tamanho desafora daquela Barbie barata.
- Só nós dois ? Mas nós temos que ficar aqui, a Karine não está bem o suficiente para ficar sozinha. - Disse Tiago para alivio do meu pobre coraçãozinho inocente.
- Ah, mas a Jéssica e os meninos ficam aqui cuidando dela. NÃO É JÉSSICA?
Jéssica virou-se imediatamente para Eduarda em um pulo de alívio.
- É o que Duda?
- Eu e o Tiago queremos ir na roda gigante de novo, sozinhos! Você e os meninos podem ficar cuidando da Karine ?
Jéssica me olhou curiosa e em seguida para Tiago que estava com os olhos arregalados. Jéssica voltou a olhar pra mim que de imediato balancei a cabeça de leve para só ela ver. Jéssica entendera meu recado.
- Ah Duda, mas eu quero ir nos carrinhos de bate-bate.
- Ótimo, então vão vocês quatro que depois eu e o Tiago encontramos vocês.
Eu estava começando a ficar irritada.
- Mas eu também estou louco para ir ao carrinho de bate-bate, Duda. - Disse Tiago mais uma vez aliviando meu coração.
Depois do longo olhar de decepção que Duda mando para Jéssica, todos fomos para o carrinho de bate-bate. Duda ficava batendo no meu carrinho toda hora, de implicância. Não dava pra acreditar que ela só fazia isso por causa de uma bolsa estúpida da Betty Boop. Acabei batendo com a cabeça no volante, com muita força, e ficou roxo. Tiago logo se levantou , saiu do brinquedo e disse:
- Nossa, esse não é seu dia de sorte. Acho melhor irmos embora, já está tarde mesmo e é capas de você se machucar mais ainda.
Concordei e me levantei com auxilio dele.

2 comentários:

Helena disse...

Legal! Espero o próximo, bjs.

Cristina disse...

Adorei as modificações da pagina. E aguardo nova postagem. Continuem firme.

Postar um comentário

  ©Era uma vez.. - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo